Instalações Elétricas Industriais

Instalações Elétricas Industriais

Em 2010, quando foi publicada a 8a edição de Instalações Elétricas Industriais, já haviam sido mencionadas as ameaças de restrição de geração, motivadas pelos ciclos hidrológicos incertos. Essa situação colocava em risco o abastecimento de energia elétrica do Brasil, ainda traumatizado pelo racionamento ocorrido em 2002.

Nesses últimos sete anos, o país tem vivenciado periodicamente a mesma preocupação com a regularidade do fornecimento de energia elétrica aos consumidores, notadamente os da classe industrial.

Para controle dos gastos, foram criadas as bandeiras verde, amarela e vermelha nas contas de energia, em função dos níveis dos reservatórios das hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN), influenciados pela baixa recarga das represas.

O sinal de alerta (representado pelas bandeiras amarela e vermelha) é acompanhado por uma majoração do valor pago pelo consumo de energia.

Essas incertezas continuam preocupando o consumidor industrial em relação à restrição de fornecimento regular de energia elétrica.

A garantia desse suprimento passa, normalmente, pela geração própria de energia nesses estabelecimentos, porém associada a elevados investimentos.

Assim, o autor teve o cuidado de manter e atualizar o capítulo de Usinas de geração industrial.

Por essas razões, Instalações Elétricas Industriais continua sendo o mais referenciado livro para estudantes e profissionais do setor, sempre com o que há de mais importante e atual no cenário da energia elétrica no país.

Único livro que contém a atualização da norma NBR 5419/2015 – Proteção contra descargas atmosféricas.

 

Detalhes do produto

  • Autor: João Mamede Filho
  • Capa comum: 976 páginas
  • Editora: LTC; Edição: 9 (15 de março de 2017)
  • Idioma: Português
  • ISBN-10: 8521633416
  • ISBN-13: 978-8521633419
  • Dimensões do produto: 27,8 x 20,4 x 3,8 cm
  • Peso de envio: 2,4 Kg

Sobre o Autor

João Mamede Filho é engenheiro eletricista, formado em 1970. Presidente da empresa Estudos e Projetos Elétricos (CPE), lecionou por 33 anos no curso de Engenharia Elétrica da Fundação Edson Queiroz | Universidade de Fortaleza (Unifor). Entre os inúmeros cargos que ocupou no setor elétrico estão a presidência da Nordeste Energia S.A. (Nergisa) e a do Comitê Coordenador de Operações do Norte-Nordeste (CCON), além de ter respondido, ao longo de uma década, pelas diretorias de Operação e de Planejamento e Engenharia da Companhia Energética do Ceará (Coelce), atualmente denominada Enel Distribuição Ceará.

Deixe um comentário